street style

Street Style: quando a inspiração vem das ruas

Compartilhe

Nada de semanas de moda. Muito menos capas de revistas. Quem dita a moda são as ruas. Conhecida como Street Style, a tendência possui essa característica: sua origem não pertence aos ateliers de quatro paredes; a inspiração vem das cidades, como realmente as pessoas se vestem, de um jeito que apenas o urbano consegue ser.

O Street Style cresce não apenas por ser uma tendência, mas devido a exaltação ao estilo único de cada um. A mensagem pregada é de que a moda quem faz somos nós. Não por acaso, sites e blogs especializados em moda de rua têm registrado um amplo crescimento nos últimos anos.

A principal qualidade a ser pontuada do street style é a identificação por parte das “pessoas comuns” – elas buscam looks e makes que façam sentido em seu dia a dia. Embora as tendências de semanas de modas e revistas ainda sejam exaltadas, elas parecem ficar limitadas aos ambientes em que foram criadas.

Foto: Kyunghun Kim

Essa busca por inspiração nas ruas começou na década de 1970, quando o jornalista Bill Cunningham registrava pessoas aleatoriamente nas ruas com o objetivo de captar as roupas que elas usavam. No entanto, ao longo dos anos, a tendência foi se perdendo. Alguns tentaram repetir o feito, sem sucesso. Até que o fotógrafo Scott Schuman, criador do The Sartorialist, decidiu, com a experiência na moda tradicional, deixar as passarelas de lado e apostar nas ruas. E a escolha deu certo. Cerca de 1 milhão de seguidores acompanham diariamente seus belos registros.

Como usar o street style

Não há regras para o Street Style. A ideia da tendência é justamente deixar as pessoas usar as roupas que transmitam sua personalidade. Os looks geralmente são confortáveis e usados no dia a dia.

Embora o estilo seja livre de padrões, há alguns cuidados para que o look fique harmonioso. No street style, a mistura de cores, estampas e texturas é muito comum.

Por ser uma tendência atemporal e democrática, o street style pode ser adotado em qualquer momento do ano, seja qual for a estação. Livre de regras da “ditadura” da moda.

Entre as mulheres, as peças que costumam fazer mais sucesso nesse estilo são shorts curtos, jeans, vestidos, jaquetas, tênis, camisetas, camisas sociais e sapatilhas.

Street style na make?

O conceito não se limita ao vestuário. No make, o street style se alinha à tendência ao natural, em que prioriza as maquiagens mais neutras, com aspecto natural. Os batons, por sua vez, tendem a ser mais marcantes, unindo personalidade e bom gosto.

O poder das ruas em você

Não adianta negar. O street style veio para ficar. Mesmo que uma hora ou outra esqueçamos, ele está ali, no vestuário feminino/masculino, na make e, até, em fragrâncias, como no CK One Unissex, que traz toda uma mistura evidenciando a liberdade e expressão.

Comentários ()